Mais de mil servidores aderiram ao Ato de Paralisação nesta quinta

O Sindicato dos Professores da Rede Municipal de Ensino de Anápolis (SINPMA) em conjunto com o SindiAnápolis, SindSaúde realizou um grande ato de paralisação nesta quinta-feira (26), o qual foi um manifesto pelo Dia do Trabalhador e também uma reivindicação dos professores para que o Estatuto do Magistério seja cumprido.

O ato começou logo cedo na Praça da Prefeitura Municipal, passando pela Avenida Goiás, Rua General Joaquim Inácio até chegar à Praça Americano do Brasil (Praça do Avião). Por onde os servidores passavam, os comerciantes e a comunidade nas ruas e avenidas batiam palmas e se manifestavam à favor dos servidores públicos que se mobilizaram por um dia de luta.

A presidente do SINPMA, profª Márcia Abdala, avaliou a paralisação como positiva. “Viemos dizer a todos os servidores e a sociedade o motivo da nossa paralisação. Exigimos valorização, respeito aos professores e aos servidores; para que a educação seja ofertada com melhor qualidade; assim como também exigimos a reposição salarial que é justa (o restante 3,75%). Reivindicamos as progressões e as titularidades, questionamos a retirada de direito dos professores readaptados que estão sem suas gratificações e muitos outros pontos que foram colocados também, jornada de trabalho”, explicou.

Segundo a presidente, o ato de paralisação teve o intuito também  de cobrar a realização de concurso público para professores de auxiliar de educação, cuidadores é demais servidores que dão suporte ao trabalho docente. Por mais segurança nas unidades escolares. E que as escolas tenham condições de funcionamento adequado e recebam as verbas de custeio de forma regular e satisfatória para o  seu pleno funcionamento. 

Ao final da caminhada a categoria realizou uma deliberação como explica a presidente do SINPMA: “ficou deliberado a convocação da Assembleia Geral para todos os professores a realizar-se dia 03 de maio, às 18 horas, na sede do SINPMA. Nós estamos em estado de greve, então na quinta-feira, definiremos se entraremos em greve ou não”.

A profª Márcia Abdala reforça a importância da participação e a presença de todos os professores e professoras da Rede Municipal de Ensino na Assembleia Geral.

“É imprescindível a participação de todos os professores nesta importante tomada de decisão e deliberação, pois os rumos do movimento de luta e reivindicações dependem exclusivamente dos professores. A Assembleia Geral é soberana em todas as suas deliberações”, enfatizou a presidente.

Anápolis, 26 de abril de 2018.

SINPMA

Deixe um comentário

Sinpma – Sindicato dos Professores da Rede Municipal de Ensino de Anápolis

Nenhum de nós e tão forte como todos nós juntos!

Filiado a:

Links úteis:


Assine nossa newsletter