Movimento apartidário levou centenas de servidores às ruas de Anápolis

A manhã desta sexta-feira (14/06), foi marcada por um importante manifesto em defesa da Previdência Social, das Aposentadorias e da Educação. O Sindicato dos Professores da Rede Municipal de Ensino de Anápolis (#SINPMA), em conjunto com mais cinco sindicatos realizaram um movimento apartidário e totalmente propositivo em defesa da manutenção dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras do país.

Participaram da atividade o Sindicato dos Professores em Estabelecimentos Privados de Ensino de Anápolis e Região (#SINPROR), o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (#Sintego), Sindicato dos Trabalhadores em estabelecimentos de ensino de Ensino de Anápolis (#SINTEEA), Sindicato dos Servidores da Saúde de Goiás (#SindSaúde) e o Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos Municipais de Anápolis (#SINDIANÁPOLIS).

A concentração começou por volta das 8 horas na Praça Abílio Wolney (Antiga Praça do Ancião – Centro Administrativo). Em seguida, professores, servidores públicos, aposentados e a comunidade caminharam pelo quadrilátero central de Anápolis chamando a atenção da população quanto a política de retrocesso que quer ser implantada no Brasil. Os participantes subiram a Avenida Goiás, passando pela Praça Bom Jesus, descendo a Rua Barão do Rio Branco e finalizando o manifesto em frente à Praça 31 de Julho – Câmara Municipal de Anápolis.

O movimento representa a voz de muitos servidores públicos que temem perder os seus direitos como trabalhadores, principalmente ao que se propõe a PEC 06/2019 – proposta da reforma da previdência.

Segundo a presidente do SINPMA, profª Márcia Abdala, o movimento foi positivo. “Tivemos presença de professores, servidores, alunos, todos no intuito de defender o futuro do coletivo. Com a cada manifestação ganhamos visibilidade e chamamos a atenção da sociedade sobre os problemas que teremos que enfrentar caso o retrocesso seja instalado em nosso páis. Mais uma vez o trabalhador, o estudante, sociedade brasileira deve ser penalizada com a reforma da previdência e cortes na educação. Defendemos políticas públicas que assegurem a manutenção dos direitos constitucionais a previdência, saúde e educação de qualidade ”, explicou.

Anápolis, 14 de junho de 2019.

#SINPMA

Deixe um comentário

Sinpma – Sindicato dos Professores da Rede Municipal de Ensino de Anápolis

Nenhum de nós e tão forte como todos nós juntos!

Filiado a:

Links úteis:


Assine nossa newsletter